Sal Cultural estará presente na Semana Wesleyana da Fateo e promove Dia do Livro Wesleyano

A Editora Sal Cultural confirmou que estará presente com balcão de vendas na Fateo (Faculdade de Teologia da Universidade Metodista) durante a 66ª Semana Wesleyana que acontece a partir do dia 22 deste mês. Será uma oportunidade para apresentar os recentes lançamentos editoriais na cidade de São Paulo (leia mais abaixo). O tema escolhido pela Fateo tem relação com a grande celebração dos 500 anos de Reforma, mas também com o conhecido lema wesleyano: “Reformar a nação, particularmente a Igreja…”, portanto, uma ocasião propícia para refletirmos sobre a Igreja, a missão e o nosso papel na sociedade brasileira.

Dia do Livro Wesleyano

Durante o evento a Sal Cultural fará uma promoção especial, o Dia do Livro Wesleyano. Será na quarta-feira, dia 24, uma referência histórica à experiência de conversão de John Wesley, em 24 de maio de 1738, que será lembrada com descontos especiais nos livros da linha de Teologia Wesleyana.

Programação da Semana Teológica

22 de maio, segunda-feira

19h30 Culto de Abertura – Pregadora: Bispa Hideide Brito Torres

23 de maio, terça-feira

8h00 Conferência / Painel: Rui de Souza Josgrilberg
20h00 Conferência: A conjuntura sócio-religiosa atual – Dra. Magali Cunha

24 de maio, quarta-feira

8h00 Conferência: Canções para reformar a nação e a igreja – Simei Monteiro
20h00 Painel: Praça, povo e pregação na tradição wesleyana – Hélerson Alves Nogueira

25 de maio, quinta-feira

8h00 Conferência: “Amigos de todos, inimigos de ninguém” – Helmut Renders
20h00 Conferência: Regras Gerais e Espiritualidade Wesleyana – Paulo Ayres Mattos

26 de maio, sexta-feira

8h00 Conferência: Não apenas a igreja, mas também o mundo como nossa paróquia – José Carlos de Souza
10 h Culto de Encerramento – Pregador: Bispo Luiz Virgílio da Rosa

Lançamentos teológicos

Reconsiderando o Pietismo, de Roger Olson e Christian Collins Winn, Graça Estabilizadora, de Aaron Hills e O Espírito de Oração, de William Law. Neste aniversário de 500 anos da Reforma Protestante, a editora preparou alguns títulos relacionados á história da Igreja e do Cristianismo. Nessa direção, além do livro de Olson e Collins Winn, que trata do movimento pietista, deverão chegar aos leitores ainda neste ano os livros O Paciente Fermento da Igreja Primitiva, de Alan Kreider, que analisa o lento e improvável crescimento da igreja dentro do Império Romano, e o livro De Aldersgate à Rua Azuza, organizado por Henri Knight III, e que segue a trilha da Reforma até nossos dias, analisando o movimento de santidade wesleyano e o pentecostalismo.

Além dos livros com referências históricas a Sal Cultural tem trabalhado em grandes obras teológicas. É o caso do clássico da teologia wesleyana, Uma Teologia do Amor, de Mildred Bangs Wynkoop, que trata da dinâmica do wesleyanismo numa análise realizada por uma das maiores teólogas do século passado, e de dois livros que prometem uma releitura da teologia paulina da Reforma, a chamada Nova Perspectiva sobre Paulo. Um deles, O Apóstolo Paulo e a Vida Cristã, organizado por Scot Mcknight e Joseph Modica, aborda as implicações éticas e sociais dessa nova abordagem e deve ser lançado ainda neste semestre. Já o livro Justificação: o Plano de Deus e a Visão de Paulo, de N. T. Wright, promete acirrar o debate com John Piper sobre esta questão e está previsto para o final do ano.

 

Mais informações sobre a Semana Wesleyana no site da Fateo: http://portal.metodista.br/fateo/noticias/tema-da-66a-semana-wesleyana-da-faculdade-de-teologia-celebra-os-500-anos-da-reforma-protestante

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*